abcs

O ano está acabando e muita gente já começa a fazer planos para 2018. Se a intenção é investir em franquia, fique atento às tendências do setor.

Alguns especialistas acreditam que 2018 deve marcar uma retomada na economia brasileira, conferindo motivação para quem sonha em empreender.

“É importante identificar as franquias que entendem o seu consumidor, que sabem se comunicar com ele de forma multicanal e identificam suas necessidades para entregar muito mais que soluções: propósito. As redes que sabem se relacionar com o público e também seus franqueados, são as que estarão na liderança do mercado.”, pontua Renato Muniz, diretor da rede DNA Empório.

Segundo o executivo, o modelo tradicional de franchising, vertical e engessado está dando lugar a uma relação mais moderna e flexível, baseada na estruturação e manutenção de uma grande rede colaborativa entre franqueador, franqueado, mercado e consumidor.

Veja as 4 principais tendências do franchising para 2018:

1. Alimentação Saudável

Segmento que tem se mostrado cada vez mais forte no mercado nacional e mundial, essa é uma tendência que veio para ficar. A onda dos alimentos orgânicos, sem glúten, lactose e afins, ainda tem muito espaço para crescer (inclusive para animais!).

2. Beleza

A indústria do Bem Estar é uma das maiores dentro do franchising. Por isso, é uma boa aposta para 2018. Os brasileiros estão entre os que mais gastam com beleza e bem estar, comparados ao resto do mundo. Portanto, as vendas neste setor devem continuar em alta.

3. Terceira Idade

Outra tendência que veio para ficar é a de serviços voltados para a terceira idade. Afinal, nossa população está envelhecendo e os idosos têm buscado cada vez mais qualidade de vida. Assim como os jovens não querem mais apenas consumir, os idosos também estão em busca de algo mais do que apenas uma sessão de fisioterapia.

4. Economia Compartilhada

Modelos de negócio como os do Uber e do Airbnb, em que a pessoa usa algo que ela já tem para gerar renda, também têm chamado a atenção dos empreendedores e pode ser inspiração para novas franquias. Tudo isso, é claro, aliado ao uso da tecnologia em um mundo cada vez mais digital.

Por Renato Muniz.